Carregando...

Metodologia

Entenda como é o nosso processo

A nossa metodologia de trabalho é baseada nas seguintes etapas:

Metodologia | EnterDesign
Entre atividades de BRANDING, COMUNICAÇÃO e MARKETING DIGITAL, temos 4 etapas fundamentais que geram as ferramentas pertinentes para trazer os resultados pretendidos para o seu negócio. Conheça melhor alguns dos principais serviços que desenvolvemos:

Pesquisa

Etapa importante para conhecer o cliente, os desafios, os players, projetos anteriores. O objetivo é coletar o máximo de informações pertinentes que influenciam no conceito que será desenvolvido para atingir os resultados desejados.

Antes de definir como trabalhar sua marca, é preciso levantar os pontos de contato nos quais é pertinente atuar. Dependendo do mercado, do modelo de negócios e do público alvo pretendido, estes pontos de contatos a serem trabalhados serão distintos. É possível fortalecê-los. Mas será que vale a pena? Alguns exemplos desses pontos são: canal físico, digital, rede social, ponto de venda, ação de marketing e treinamento interno. Qual o ponto de contato será mais efetivo para gerar resultado e relevância para o seu negócio?
A auditoria analisa aspectos visuais (identidade, grafismos, construção visual e afins), verbais (tom de voz, apropriação de palavras, construção textural e afins) e estratégicos de comunicação (posicionamento, credenciais, diferenciais, segmentação) visando a criação e/ou reformulação da linguagem verbal e a comunicação da Marca. Normalmente de concorrentes ou referências do mercado.
O Código de cultura é o conjunto de pilares e valores de uma marca, e é usado para exemplificar a todos envolvidos a real imagem da mesma. Reúne os conceitos culturais vividos e aplicados no dia a dia junto ao público interno e externo. A cultura não é algo criado, mas sim algo percebido e que podemos divulgar e aprimorar. O código de cultura é construído em etapas envolvendo pesquisa, conversa com colaboradores de diversos perfis, avaliação, consolidação, testagem, diagramação e lançamento .É o conjunto de valores utilizados também ao selecionar clientes e parceiros. Quando finalizado, o código mostra esse conjunto de ideais de maneira visual para parceiros e eventuais clientes. A Marca será percebida não somente pela logomarca, cores e demais elementos visuais, mas sim seus valores, sua essência e pelo o que desperta nas pessoas. A cultura de uma empresa pode até ser semelhante a de outra, mas dificilmente será idêntica.
Consiste em mapear as etapas de interação do usuário com um serviço com o objetivo de classificar os momentos e as situações desta relação. Desta forma é possível otimizar a sua experiência na interação. Também conhecido como "Jornada de Usuários", é indicado tanto para adaptar novidades e alterações a um serviço existente, como para criar um novo. É desenvolvido levando em consideração os conceitos de design thinking e da realidade de cada projeto.
Todo processo de branding e/ou rebranding (ou seja, criação e gestão de uma Marca) começa com um diagnóstico, que é responsável por ajudar na construção das diretrizes estratégicas que guiarão todo o projeto. O diagnóstico colhe o máximo de informações possíveis, e é composto, normalmente, por pesquisa de mercado, pesquisa qualitativa e quantitativa, auditoria de concorrentes e referenciais a fim de entender como se posicionam. Também pretende entender as particularidades, atributos, diferenciais e um contexto geral da Marca. O objetivo é gerar as informações necessárias para criar e posicionar a identidade e a comunicação estratégica da empresa.
A pesquisa de mercado é uma ação coletiva de auditoria do produto ou serviço em questão. É uma imersão para conhecer o mercado, stakeholders, regras, história, tendências, influenciadores e cases, a fim de nortear decisões estratégicas a serem tomadas pela Marca, seu negócio e/ou sua comunicação. Normalmente é composta por pesquisas online sobre o mercado, notícias, associações e concorrentes. Bem como entrevistas com sócios, gestores e influenciadores, imersão e vivência do cotidiano nas instalações. Desta forma, é possível conhecer mais da empresa, dos concorrentes, do mercado e fazer o levantamento da jornada do usuário do produto ou serviço em questão.
A pesquisa qualitativa é feita com base na percepção dos consumidores em relação ao que está sendo oferecido pela Marca. Ela é realizada com uma seleção de perguntas direcionadas a usuários daquele serviço ou produto. Por meio dos resultados qualitativos é possível traçar estratégias que guiam os próximos passos necessários para a reformulação e consolidação da Marca.
A pesquisa quantitativa, normalmente realizada por questões de múltipla escolha, visa coletar dados numéricos de um vasto grupo de pessoas em relação a pontos e objetivos do objeto da pesquisa. O contexto é, normalmente, o detalhamento numérico oriundo de uma pesquisa preliminar de mercado, da percepção de um indivíduo influente e/ou, preferencialmente, com base nos resultados de uma pesquisa quantitativa no objeto, trazendo percepções de quantidade dos pontos levantados. A entrega da pesquisa quantitativa é feita em relatório com a consolidação das perguntas e com a análise e consolidação estratégica para alinhamento da percepção coletiva de acordo com o objetivo. Baseada nas duas pesquisas, a qualitativa e quantitativa, é desenvolvida uma visão numérica e humana de como o objeto da pesquisa é percebido e como deve ser trabalhado de acordo com os seus objetivos. A pesquisa é um dos pilares para uma boa estratégia de Marca, cultura, serviço e/ou produto.

Plataforma

Etapa que visa definir o conceito e a estratégia que serão implementados na criação das peças e ações envolvidas no projeto. Desenha o que estas peças devem representar e despertar para atingir os resultados desejados.

Arquétipos é o conjunto de padrões responsáveis pela criação da personalidade, valores, visão de mundo e crenças de uma Marca. Existem 12 tipos definidos e, têm como objetivo, categorizar marcas para entender como se posicionam em relação a si mesmas e ao mercado em que estão inseridas. O trabalho consiste em avaliar a plataforma da Marca e, de acordo com estes atributos, relacionar esta a um arquétipo que vai otimizar e humanizar a sua comunicação e, desta forma, estreitar o seu relacionamento com seu público.
A arquitetura de marca é o sistema usado para organizar marcas, produtos, serviços e subsidiárias de uma mesma organização ou que estão interligadas de alguma forma para ajudar o seu público a identificar seu posicionamento na estrutura organizacional. Há três maneiras de realizar esse processo: 1) Monolítico - onde todas as outras marcas são relacionadas diretamente à marca principal; 2) Endossada- onde a marca tem presença própria no mercado, mas se beneficia da marca principal; e 3) Independente- onde a marca tem sua própria imagem e a relação com a marca principal se deve apenas ao endosso corporativo. O trabalho de arquitetura de Marca atende a diferentes segmentos e tamanhos de organizações. A sua implementação traz inúmeros benefícios e ocorre normalmente após a pesquisa estratégica da Marca. A seleção do tipo de arquitetura deve ser definida após uma compreensão profunda da posição, ofertas e estratégia visando otimizar a percepção da variedade de produtos e serviços oferecidos.
É a responsável por fazer a Marca ser um conceito além do visual. Formada pelo conjunto de atributos estratégicos que gera premissas para a comunicação e consistência na percepção do seu público, assim como para o posicionamento estratégico visando atingir os resultados desejados. Os seus atributos irão tangibilizar conceitualmente a Marca e a sua personalidade e a diferenciar de sua concorrência. Destacam-se: necessidades do Usuário, segmentação de Público Alvo e Mercados, Diferenciais, Credenciais e Razões Para Crença, Cultura Corporativa (missão, visão e valores), Propostas de Valor Promessas da Marca e Propósito, Atributos Racionais e Emocionais, arquétipo, Personalidade, análise SWOT ( Riscos, Oportunidades, Ameaças e Fraquezas) e Posicionamento. O ideal é que saibamos definir todos os atributos ou, não sabendo definir, desenvolvê-la junto aos gestores da Marca (sócios, gerentes, diretores, influenciadores e colaboradores relevantes) visando a consistência na percepção de todos que lá trabalham. Os atributos da plataforma da Marca são reunidos e apresentados no Brand Model Canvas, que é o Framework de Gestão da Marca.
O Workshop de Plataforma da Marca é uma imersão presencial junto com os sócios e principais gestores a fim de realizar, de forma colaborativa e orgânica, atividades que gerem a plataforma da Marca. O recomendado é que este Workshop seja feito em diferentes sessões após as atividades de pesquisa estratégica. A Plataforma construída em conjunto tem mais aceitação e propagação por parte da equipe interna como um todo. Por participar do processo criativo e estar ciente dos atributos da Plataforma, os sócios e gestores se tornam embaixadores imediatos desta nova “postura" da Marca, facilitando a explicação e transmissão dos conceitos aos demais colaboradores internos e ao público externo com o qual tem contato. Ou seja, impulsiona a efetividade e aceitação da Plataforma de forma mais rápida e ágil.

Expressões

Desenvolver as expressões visuais e verbais, as peças, as ações e as atividades nos diferentes canais e pontos de contato da Marca para atingir os resultados desejados.

O Brand Book também é conhecido como o “Livro" da Marca. Composto pelas atividades de Pesquisa, Plataforma e Expressões, o Brand Book reúne as informações do mercado, da estratégia e das regras de uso da identidade da Marca. Reúne também todas as informações que garantem a consistência para o uso correto do Universo Visual e Verbal em todos os seus pontos de contato. Por fazer a ponte com seu público, é o documento mais completo possível no que se refere à tangibilização de tudo que é representado pela Marca, que a fazem ser quem ela é. A Marca é um dos maiores patrimônios de uma empresa, respeitar a sua aplicação é garantir que a personalidade e posicionamento desta sejam transmitidos de forma correta e consistente, gerando força na percepção do seu valor.
A Identidade de uma Marca é o conjunto de expressões visuais, verbais e estratégicas que fazem a ligação sensitiva de qualquer empreendimento, produto ou serviço com o seu público. A Marca se expressa no dia a dia por meio da comunicação, que deve considerar elementos que representam a essência do empreendimento, o segmento de atuação e o público-alvo com o qual ela irá interagir. O processo de design utiliza conceitos racionais para criar conexões emocionais. Uma identidade bem feita e aplicada de forma consistente faz com que a Marca seja percebida mesmo sem o uso da Logo.
A linguagem verbal faz parte da identidade de qualquer marca. O discurso se alinha à forma como ela é percebida, a sua personalidade e ao seu posicionamento. Através desta linguagem, é possível se conectar com seu público pela construção textual. Em certos casos, se apropria de termos e até palavras que se associam à Marca pela publicidade. Uma vez definido este tom de voz, esta linguagem verbal deve ser usada com consistência no cotidiano, especialmente nos textos institucionais internos e externos em todos os canais de comunicação da Marca.
Construída junto (ou posteriormente) à criação da Marca, a linguagem visual é composta por diferentes elementos. Pode conter forma, paleta de cores, estilo de imagens, tipografias, texturas, grafismos, movimentos e tipos de materiais. A linguagem visual e a logo compõem as expressões visuais. Uma identidade e linguagem visual bem feita e aplicada de forma consistente faz com que a Marca seja percebida mesmo sem o uso da Logo.
A logo, também chamada de logomarca, é uma ferramenta estratégica para relacionar um empreendimento, produto ou serviço ao seu público-alvo. Pode ser formada por um logotipo (apenas por tipografia), símbolo (apenas por um desenho) ou logo (logotipo + símbolo). Deve ser a simplificação da mensagem da Marca e criar uma relação sensitiva e direta com seu público. Por meio de um design criativo, estratégico e de fácil aplicabilidade, a logo é criada para representar visualmente as características definidas na plataforma da Marca. Uma vez que é criada, ela será desdobrada prevendo as suas principais aplicações (policromia, preto e branco, positivo/negativo e sobre imagens e fundos) e serão entregues em formatos diversos para que o cliente tenha a liberdade de aplicar a logo sempre que necessário.
Aprovadas a logo e as expressões da Marca, serão desenvolvidos o detalhamento das regras e normas que irão garantir a consistência da percepção da mesma e a correta utilização dos seus elementos em todas as suas aplicações. Por fazer a ponte com o público, é um dos maiores patrimônios de uma empresa. O Manual da Marca garante a CONSISTÊNCIA na aplicação e, consequentemente, na percepção, independente de quem estiver trabalhando com ela. É preciso criar regras específicas de como aplicar a Marca para que ela mantenha a consistência em todos os seus pontos de contato. É preciso que o mercado e, principalmente, o seu cliente o perceba mesmo sem o uso da logo. Este cuidado é o que gera a percepção de valor e credibilidade para o empreendimento através da sua Marca, que é responsável por fazer o link das experiências e percepções do consumidor com o que ela representa.
Por fazer a ponte com seu público, a Marca é um dos maiores patrimônios de uma empresa. O Manual garante a consistência para o uso correto do Universo Visual e Verbal em todos os seus pontos de contato. Respeitar a sua aplicação é garantir que a personalidade e posicionamento sejam transmitidos de forma correta e consistente, gerando força na percepção de valor da Marca.
O Material Corporativo é composto por diferentes peças institucionais da Marca. É amplo e varia de acordo com a situação. Além das peças do material da papelaria corporativa e o material de corporativo digital, normalmente são peças de uniformes, veículos, ambientes, placas, brindes entre outros. Deve ser composto considerando o posicionamento e a identidade definidas para ser reconhecida com facilidade pelo público gerando credibilidade e presença para a Marca.
A partir dos resultados da pesquisa estratégica e plataforma de marca, será feito um workshop interno com nossos profissionais tendo o objetivo de gerar conceitos e definir três (03) opções de nomes para a Marca. Todas as opções sugeridas serão acompanhadas de defesas e pesquisas de aplicação (google, domínios e INPI).
A papelaria Corporativa é constituída por diferentes peças institucionais usadas no dia a dia da Marca sendo composta normalmente pelas seguintes peças: pasta, cartão de visita, papel timbrado e tipos de envelopes que variam entre E65, A4, C4 e Saco. Há ainda o material de corporativo digital, composto por papel timbrado digital, padrão PPT, assinatura de e-mails, fundos de tela (inclusive para “calls" e vídeo conferências) . Deve ser produzido considerando o posicionamento e a identidade definidas para serem reconhecidas com facilidade pelo público gerando credibilidade e presença para a Marca.
É uma frase única, curta e fácil de lembrar, que reflita o posicionamento e as particularidades do negócio. Deve ser usado repetidamente e de forma estratégica para que o público se conecte com a Marca. O slogan é uma vertente da linguagem verbal.

Experiência

Implementar as expressões, peças, ações e as atividades visando gerar experiências e reforçar o relacionamento com o seu público, visando os resultados para a Marca em todos os seus pontos de contato.

Branding é o conjunto de ações e parâmetros de linguagem visual, verbal e estratégicos que, alinhados à plataforma da marca, definem a personalidade própria da mesma. Realiza a gestão, integração e consistência de como esta se posiciona e se comunica com o público interno e externo. É responsável por despertar sensações e criar conexões conscientes e inconscientes de uma Marca com o seu público, criando força, lembrança e proximidade no momento de qualquer decisão de compra, escolha ou indicação de uma organização, produto ou serviço. Branding é também a atividade de gestão e manutenção da Marca que, através de atividades continuadas de planejamento, execução e análise de Resultados do Plano de Comunicação e Marketing. Além disso, também representa a supervisão das atividades de comunicação e negócio, visa manter a sua consistência de acordo com a Plataforma e as Expressões definidas, inclusive para facilitar e orientar seus gestores (sócios, diretores, gestores, influenciadores e colaboradores influentes) em situações imprevistas e que podem gerar quebra da percepção de consistência da Marca.
Normalmente feito em paralelo a apresentação comercial, a sinalização é um conjunto de recursos visuais que transmitem mensagens que são normalmente aplicadas para sinalizar, direcionar e informar o usuário visando otimizar a sua experiência (e por vezes até a sua segurança) dentro de um ambiente. A sinalização normalmente é criada através de ícones universais aplicados em placas que são criadas dentro da identidade visual da Marca.
As atividades de ambientação visual têm como objetivo a personalização do ambiente com a linguagem visual e sensitiva de uma Marca. Visando que reflita, de forma subconsciente, os atributos estratégicos da plataforma e seja um ambiente convidativo, organizado e atraente. Desta forma, pode chamar atenção do público externo e inspirar o público interno, e otimizar a experiência de todos os usuários.
A apresentação comercial terá design criativo e de entendimento intuitivo pelo público. É uma ferramenta de venda usada pelos representantes em visitas comerciais e que também poderá ser enviada por e-mail. É composta por não mais de 15 slides, apresentando as informações do site e do folder em uma estratégia diferente para gerar impacto presencialmente. Os dados brutos (textos, imagens e gráficos) que irão compor a apresentação serão entregues pelo cliente no início do projeto em formato editável (textos e gráficos) e em alta qualidade (fotos e imagens) para uso no decorrer da apresentação. Uma vez finalizadas e aprovadas, serão entregues em formato fechado (PDF, para veiculação e impressão) e formatos abertos (Adobe inDesign ou Microsoft Powerpoint - a definir o formato-, para que o cliente tenha a liberdade de atualizar alguma informação no futuro.
Assim como o site institucional, a apresentação institucional é uma importante peça para apresentar uma Marca, seja ela de uma organização, produto ou serviço. Diferente de um site, que tem uma organização dinâmica de acordo com o interesse do usuário, a apresentação deve seguir uma ordem para contar uma história para o seu público. É criada com a identidade da Marca e composta de forma clara e atrativa pelas informações da mesma (segmentação, oferta, diferenciais, público, alcance, benefícios, razões para crença, métodos, portfólio etc). Desta forma pode reforçar os principais atributos desta, a fim de conquistar e convencer seus usuários.
A realização de design promocional é desenvolvida para divulgar a Marca e promover os seus produtos ou serviços através de uma mensagem visual e textual de acordo com a estratégia da promoção. Este é realizado por diferentes atividades tanto online (através de site, mídia social, anúncios e outros) como off line como PDF (pontos de vista), personalização de veículos, outdoors, totens, letreiros, roll ups, flyers, convites, cartazes e muito mais.
Este trabalho consiste na criação de produtos (presentes, brindes ou produtos personalizados) com a logo do cliente. O trabalho é desenvolvido a partir de três premissas básicas: público pretendido (a quem se destina este material), tiragem do material (quantas unidades de cada item) e orçamento disponível. E, tendo qualquer outra orientação ou requisito necessário, é preciso informar de antemão para otimizar a busca de opções junto a fornecedores. O trabalho consiste em pesquisar fornecedores, apresentar orçamentos, criar as artes e gerenciar fornecedores para garantir qualidade, prazo e correção das peças.
O e-mail marketing é a atividade usada como ferramenta de marketing direto. Há uma série de normas e procedimentos a serem respeitados nesta atividade, para evitar o famoso “SPAM”, mas é um recurso que permite avaliar o retorno gerado por meio de relatórios analíticos de cada e-mail enviado. O trabalho de e-mail marketing consiste em gerar o conteúdo (visual, textual e estratégico) de cada envio através de ferramenta on-line (gestão da tecnologia, do visual, da formatação, dos destinatários, do envio, do link com conteúdos em sites, blogs e/ou mídia social, das análises de resultado), de acordo com a estratégia da Marca e visando gerar cada vez mais campanhas otimizadas.
Geração de conteúdo de acordo com a estratégia e a plataforma da Marca para criar relevância, personalidade e resultados.
O trabalho de design editorial é a criação do projeto de uma publicação ou documento que se utiliza de elementos visuais (tipografia, cores, alinhamento, grafismos, texturas, imagens entre outros) com conteúdo textual de acordo com um padrão visual estabelecido a partir de uma identidade visual. O trabalho editorial considera a melhor forma de organizar o conteúdo da publicação (seja livro, revista, jornal, relatório, apresentação, apostila, ebook entre outros) para gerar a melhor experiência do usuário.
Geração de conteúdo de acordo com a estratégia e a plataforma da Marca para criar relevância, personalidade e resultados. As embalagens são muito importantes para personalizar, gerar credibilidade e diferenciar seu produto da concorrência. O Design da embalagem não considera apenas o aspecto visual, mas também a experiência que o usuário tem ao receber o produto embalado. Cada projeto de embalagem é diferente de acordo com o produto, o segmento, a tiragem, o orçamento, entre outros. Podendo ser, inclusive, a solução ideal para a personalização de embalagens com padrões pré-prontos do mercado. Empresas que investem no design das suas embalagens tendem a gerar melhor experiência para os seus usuários e a gerar mais resultado e fidelização à marca.
Criação do folder/prospecto impresso que será uma ferramenta de venda usada pelos representantes comerciais em visita de apresentação do produto. A peça terá um design específico visando a melhor experiência do usuário e otimizado para atender melhor seu objetivo. Uma vez finalizado, será entregue em formato fechado para veiculação e impressão e formato aberto considerando a liberdade de atualizar alguma informação no futuro.
Criação de cardápios (e/ou portfolio) que tem como objetivo apresentar uma série de produtos e/ou serviços, cada um com o resumo de suas especificações, para usuários e potenciais clientes. Podem ser digitais, impressos, em formato de aplicativo ou até mesmo uma seção em um site. Os cardápios e portfólios devem ser impactantes ao primeiro olhar, otimizar a experiência do usuário, organizar e apresentar os itens de forma estratégica, influenciar a emoção do usuário, equilibrar bem fotografias com os demais elementos gráficos, equilibrar a descrição de cada item (sem ser muito específico e nem muito vago), resgatar experiências anteriores conhecidas pela maioria dos usuários e gerar vontade de aquisição independente do valor investido. Assim como as demais peças de comunicação, será construído de acordo com a identidade visual da Marca e com um design específico visando atender seu objetivo. Uma vez finalizado, será entregue em formato fechado para veiculação e impressão e formato aberto considerando a liberdade de atualizar alguma informação no futuro.
A gestão de crise da Marca é um conjunto de procedimentos e ações a serem adotados para minimizar percepções e impactos negativos (assim como identificar oportunidades de melhoria de imagem e reputação) diante de uma situação de crise. Esta atividade está diretamente relacionada a atividade de "Branding (Gestão e Manutenção da Marca)”, onde são monitorados as estratégias, os conteúdos, e o posicionamento, a fim de garantir a consistência e percepção desta, visando gerar credibilidade e percepção de valor por parte do público interno (colaboradores e gestores da Marca) e público externo (clientes, prospectos e a sociedade de forma geral). A Gestão de crise pode ser feita de formas diferentes, podendo criar um plano de contingência para implementação imediata de acordo com a situação (mais recomendado para situações onde a crise está prevista ou iminente) ou com a criação de uma comissão enxuta, mas com alto talento e representatividade, que analise caso a caso mediante determinadas situações inesperadas. O fundamental na gestão de crise é atuar com transparência, cuidado, empatia e assertividade, para evitar intensificar a crise e/ou colocar em risco a credibilidade da Marca.
Criação de um conjunto de estratégias de marketing digital que atraem (e convertem) clientes através de conteúdo relevante pela oferta e a plataforma da Marca. O Inbound Marketing, também conhecido como marketing de Conteúdo, atrai o público e os clientes pelo conteúdo publicado em canais digitais (site, blogs, mídias sociais, etc) e que são "encontrados" em mecanismos de busca (por exemplo, o Google) utilizados pelo público que pretendemos atingir.
Os Links patrocinados são anúncios feitos pelo marketing digital. Há diferentes tipos, sendo mais comum o que aparece nos resultados do Google (o Google Ads) e os que temos em redes sociais (como o Instagram, Facebook, Linkedin, YouTube e afins). Os Ads podem ser exibidos em diferentes situações como na página de busca do Google, na Rede de Display do Google, blogs e portais de notícias. O trabalho consiste na criação, gestão e mensuração de campanhas de Links Patrocinados de acordo com a estratégia, objetivos, especificações e orçamento estipulado visando contribuir com os objetivos comerciais da Marca.
Através do planejamento, execução e monitoramento de ações em canais digitais (site, hotsite, inbound marketing, anúncios, redes sociais, vídeos, entre outros) a atuação estratégica é hoje o caminho recomendado para criar e manter a força, oferta e relevância da Marca junto ao seu público.
As mídias sociais são compostas por uma série de redes sociais, onde cada uma tem suas características que atraem seu público pelo seu perfil e opções de relacionamento. Destacam-se Instagram, Linkedin, Facebook, YouTube, Twitter, Pinterest, TikTok como os canais mais conhecidos. O objetivo é o mesmo: atingir pessoas e empresas novas através de networking digital, onde compartilhamos a rede de contatos de nossos seguidores e conteúdos de interesse. Independente do Canal, o passo inicial é definir a estratégia de atuação deste e, posteriormente, executar e alinhar as estratégias, sejam de identidade, comercial, institucional, ou outra, visando atingir os objetivos da Marca.
O Google Meu Negócio (Google My Business) é um recurso gratuito que permite conectar a Marca com clientes através de uma aba que aparece ao lado direito da tela de resultados de busca do Google e também no Google Maps. Muitos destes resultados são criados automaticamente pelo Google que reconhece publicações, fotos e informações postadas por terceiros citando a localização e/ou relação com a Marca. Para implementar é preciso confirmar a sua propriedade real e física deste estabelecimento. A implementação consiste em criar a conta (e/ou captar propriedade desta “conta”) no Google e incluir (e gerenciar) os dados pertinentes de cada Marca como, por exemplo, horário de funcionamento, fotos, dados de contato, endereço entre outros.
O Instagram é, atualmente, a rede social que concentra a maior parte da população brasileira. Sendo uma rede baseada em imagens, é uma excelente ferramenta de marketing digital para dar visibilidade e impulsionar. Atua praticamente como uma vitrine para mostrar seus produtos, serviços, personalidade, diferenciais e outras informações pertinentes à marca. Como os algoritmos do Instagram priorizam mais o engajamento do que quantidade de seguidores, estes passaram a ser vistos como clientes de conteúdo, influência, além dos produtos e serviços. Atualmente, o Instagram permite que sejam feitas vendas diretamente pelo seu canal, sem precisar de loja física ou site de e-commerce.
O Facebook e o Instagram são canais distintos de rede social mas estão interligadas desde que o primeiro comprou o último. Como ferramenta de marketing digital, o Facebook ainda é uma rede muito relevante dependendo do público pretendido e da marca, produtos ou serviços divulgados. Por meio do seu feed ou pela série de recursos próprios, permite uma comunicação próxima do usuário, por meio de comentários, curtidas e até mesmo compartilhamentos.
O LinkedIn é uma poderosa rede social para o mundo profissional. Permite atingir pessoas e empresas novas através de networking digital, onde compartilhamos a rede de contatos de nossos seguidores. É um canal para atingir pessoas relevantes através de conteúdos e afinidades. O LinkedIn atrai as pessoas para o nosso site, onde o conteúdo é mais rico, diversificado e personalizado. O passo inicial é definir a estratégia de atuação no canal. É preciso ter alguém preparado para interagir com os contatos provenientes deste, levantando oportunidade e gerenciando os comentários. Personalizado, será criado um post de Lançamento da Marca e Canal. Definindo a estratégia de atuação, na manutenção serão criados e publicados semanalmente posts que auxiliem a empresa a atingir seus objetivos.Esta agenda será previamente validada pelo cliente. Além disso, teremos uma pessoa responsável por acompanhar e gerenciar os comentários.
Consultoria e apoio em questões relacionadas à estratégia de comunicação e percepção da Marca, assim como apoio na produção, criação, execução e mensuração de resultados da comunicação interna e externa no dia a dia. O OutSource de Comunicação permite que a Marca tenha um parceiro atuando como o departamento de comunicação, através do planejamento e da execução de peças e experiências criativas e impactantes com a essência da sua Marca visando otimizar a percepção do público interno e externo.
Apesar de existirem diferentes pontos de venda atualmente (especialmente pelos market places e canais digitais), o PDV é o projeto de comunicar a essência da Marca (assim como promover seus produtos e serviços) no ambiente presencial, seja em todo um ambiente pré-definido ou em um ponto específico pré-definido como, por exemplo, um totem, um quiosque, uma tenda ou outro ambiente off-line.
Construído seguindo os objetivos da Marca, o Plano de Comunicação e Marketing define a estratégia de atuação na sua comunicação. Sendo composto pelas estratégias, objetivos, KPIs(Key Performance Indicator, Indicadores de desempenho), canais de atuação, variedade de conteúdos iniciais, processo de trabalho (considerando a atuação do cliente e da agência), requisitos, padrões, frequência, formatos (texto, vídeo, imagem), hashtags, entre outros parâmetros pertinentes. Ele visa auxiliar a construção da narrativa da comunicação para criar um relacionamento junto aos nossos clientes e prospectos. A estratégia de atuação varia de acordo com cada canal. Por exemplo, se a Marca vai atuar no Instagram, é definido como ela vai atuar em termos de feed, stories, reels, enquetes, etc. O plano de comunicação é baseado nos atributos definidos na Plataforma da Marca, sendo a execução prática destes conceitos, visando atingir os objetivos estratégicos, comerciais e institucionais da mesma.
Segundo Aaron Burns: “Você nunca terá uma segunda chance de causar uma primeira impressão.”. Pensando nisso, toda vez que uma nova Marca ou produto é constituída, deve realizar um lançamento apropriado visando a melhor percepção possível por parte do seu público alvo. O lançamento e as atividades previstas variam de acordo com o perfil da Marca, do produto e do público pretendido.
A produção de podcasts, considera uma série de aspectos. O passo inicial é definir o assunto e o objetivo da iniciativa, podendo ser um único episódio, para uma situação específica ou um conjunto de episódios caracterizando uma série ou até mesmo um programa periódico. De acordo com o assunto e objetivo, realizamos a pré-produção que engloba definir local, formato e tecnologia/equipamentos de gravação; definir o formato e roteiro/assuntos; e definir e selecionar os papéis de mediador, entrevistados e comentaristas, que podem ser fixos ou eventuais e que devem ser selecionados pelo seu conhecimento e/ou experiências dentro do assunto específico abordado no podcast. Outra etapa é a produção (gravação) e a pós-produção (edição de áudio, inclusão de vinhetas e sonoplastias e publicação em canais apropriados). O local de publicação será definido em comum acordo com o cliente, em congruência com a viabilidade, limite de armazenamento, usuários previstos, portes e uso. Existem diversos aplicativos para ouvir podcasts (Google Podcasts, Apple Podcasts e Spotify são alguns deles) e também dá para ouvir diretamente no site do cliente. A forma recomendada para publicação é hospedar os episódios em um serviço específico pago para garantir a melhor experiência para o usuário e também para que tenhamos acesso aos dados de audiência.
Geração de conteúdo para criar relevância para a Marca.

SEO

SEO (Search Engine Optimization) é uma otimização de conteúdos presentes em páginas web visando a comunicação junto a páginas e motores de busca na internet (tal como o Google). A atividade de SEO é realizada através da otimização do código fonte e de um conjunto de técnicas por palavras e expressões que visam gerar melhores resultados em pesquisa e sites de busca (como o Google) de acordo com os assuntos relacionados a cada página de um site na internet. O SEO tem influência direta nos algoritmos dos buscadores que definem a ordem que uma página aparece nos sites de busca.
O site é um requisito básico para qualquer Marca que deseja transmitir credibilidade para o seu público, salvo raras exceções. Permite que esta se apresente da maneira que desejar. Uma rápida busca no Google e ele leva o seu público até você. Existem diferentes tipos de site: institucional, promocional (hotsite), informativo, comercial (e-commerce), catálogo (vitrine de produtos) entre outros. O tipo de site (e até a tecnologia aconselhada para uso no seu desenvolvimento) será definido de acordo com o seu objetivo pretendido.
Preparar treinamento em formato de vídeo com a tradução do Brand book para a equipe interna conhecer as propriedades, significados, formas de aplicação, regras de uso e outras particularidades da Marca. O treinamento é a forma de credenciar seus colaboradores a entender e vivenciar os atributos, regras de aplicação, importância da consistência e objetivos.
Video promocional, curto e objetivo visando atingir principalmente o público externo para apresentar as propriedades, significados e outras particularidades da Marca de forma que o público entenda tudo que esta representa.
O comportamento da sociedade mostra que, cada vez mais, consumimos informação em formato audiovisual. Diferentes de textos, os videos trabalham o sentido auditivo, tornando o conteúdo mais humano e intimo, trazendo entonação, emoções e uma narrativa pertinente para atingir o público da forma desejada. Vídeos geram autoridade para a Marca de acordo com a construção e os conteúdos abordados. Eles estarão sempre presentes e disponíveis de acordo com o timing do público que, quanto mais oportunidade tiver de interagir com a Marca, mais se sentirá querido por ela.

Fique por dentro das nossas
notícias, artigos e novidades.

Av. Embaixador Abelardo Bueno, n°1 , Grupo 102 - Barrra da Tijuca - Rio de Janeiro
Tel.: (21) 99840-0361 | enterdesign@enterdesign.com.br